O problema do comedor de carne

Salvar vidas humanas e tornar humanos mais prósperos parecem ser coisas obviamente boas em termos de efeitos diretos. No entanto, humanos consomem produtos animais, e estes produtos animais podem causar considerável sofrimento animal. Portanto, melhorar as vidas humanas pode levar a efeitos negativos que superam os efeitos positivos diretos. Este “problema do comedor de carne” sugere que trabalhar na diminuição da pobreza global pode ser menos eficaz do que comumente se presume.

Embora seja muito difícil quantificar estes efeitos, uma estimativa sugere que cada 1.000 US$ adicional por ano para um indivíduo relativamente pobre pode causar entre 1 e 190 dias de sofrimento animal, embora a estimativa não deva ser tomada ao pé da letra (Bogossian 2015). Alguns defenderam que o problema é menos significante afirmando que animais têm vidas positivas no geral, ou defendendo que o efeito sobre o consumo é relativamente pequeno (Weather 2016).

Tradução: Luan Rafael Marques

Revisão: Fernando Moreno

Fonte: https://concepts.effectivealtruism.org/concepts/the-meat-eater-problem/